Bem-vindo ao Orçamento Participativo 2019
Vote nas propostas.

NOTICIAS

Projetos a Votação

2 propostas passaram na análise técnica do Orçamento Participativo e encontram-se a votação.

Acompanhe todas as novidades e apoie esta iniciativa.

Não se esqueça que para votar necessita de proceder a registo no site opansiao.cm-ansiao.pt, mais concretamente em https://opansiao.cm-ansiao.pt/inscricao.php

As votações decorrem de 9 de setembro a 13 de outubro.

Consulte os projetos a votação

Mensagem do Presidente

Iniciamos mais um ciclo do Orçamento Participativo. Ansião é de todos e todos têm uma palavra a dizer da construção de um concelho melhor.
Os orçamentos participativos são hoje a forma mais eficaz de atrair a participação dos cidadãos, nos processos decisórios das estruturas democráticas. 
Essa participação tem como objetivo: 
- contribuir para uma maior aproximação das políticas públicas às reais e expectantes necessidades dos cidadãos; 
- potenciar o exercício de uma cidadania ativa e responsável para reforçar a credibilidade das instituições e a qualidade da própria democracia; 
- incentivar a interação entre eleitos, técnicos municipais e os cidadãos na procura de soluções para melhorar a qualidade de vida no concelho. 
Visa também garantir que a participação da comunidade nas decisões sobre os investimentos municipais represente uma correspondência real entre as verdadeiras necessidades e aspirações da população. Por outro lado, as instituições públicas devem desenvolver esforços no sentido de promoverem uma gestão transparente e presente junto dos cidadãos, aproximando-se das suas necessidades e expetativas. 
O OP deve ser portanto considerado como um um instrumento de fundamental importância na estratégia do Município de Ansião. 
Participe e apresente os seus projectos!
A Câmara Municipal de Ansião privilegia a participação ativa dos cidadãos no processo de governação local, tendo em vista a construção de um território com qualidade de vida, dinâmico e inclusivo.
O sua participação é essencial.
Contamos consigo!
António José Domingues